Passarela upcycled @ SPFW

A estilista Simone Nunes apresentou no terceiro dia sua coleção leve e bem com a cara de verão. Super antenada e consciente de temas eco-social, Simone sempre teve um pé na moda eco.

Na edição passada, confessou que estava cansada do greenwash e disse que passou a tomar mais cuidado com materiais que se dizem ecológicos. Pois um dia dizem que ele não agride o meio ambiente e no dia seguinte descobre-se que não é bem assim.

Mas para não dar margem às dúvidas, Simone apresentou sua veia eco-friendly no cenário, feito com madeira de demolição que ela comprou numa casa que estava sendo desfeita em Andradina, interior de São Paulo.

Confira nas fotos de divulgação do SPFW by Agência Fotosite.

Simone Nunes

Simone Nunes

Simone Nunes: consciência + base técnica

Há 4 anos a estilista Simone Nunes pesquisa materiais e processos sustentáveis na indústria da moda. Já fez algumas parcerias neste sentido, mas hoje se diz vacinada. Segundo ela, muita gene está no mercado e fala que faz algo que não faz. Só pelo marketing. É exatamente o chamado greenwash. Então, Simone continua pesquisando mas no final das contas é a sua consciência que decide o que entra ou não na coleção.

Um exemplo que deu foi sobre a pele de peixe. Muitas vezes a pele do peixe usada na indústria alimentícia virava lixo. O mesmo acontece com carneiros (presente na sua passarela) e outros animais. O que fazer? É melhor deixar virar lixo e com isso não incentivar a matança desses animais ou o melhor é ajudar a não gerar mais lixo e aproveitar tudo do animal?

A Simone confessa que não compra pele ou couro de empresas que criam o animal e matam somente para virar roupa. Ela dá preferência sempre para o que foi descartado por outra indústria, no caso a de alimentos é a mais comum.

Valdemar Iódice desenvolveu uma coleção baseada na sustentabilidade e no Estado do Amazonas. Mesmo assim sua passarela trouxe couro de jacaré e peixe. Ambos também usados na indústria de alimentos e certificados pelo Ibama. Pronto, caímos de novo na discussão do uso da pele verdadeira ou sintética.

Pele verdadeira deve ser sempre vetada? Se sim, estamos dizendo não inclusive ao tão difundido couro de vaca. E se elas vierem de descarte de alimentos? Aliás, para se alimentar vale matar um animal?

Essa é uma discussão difícil, até porque para entrar nela todos temos que deixar a hipocrisia de lado. Enfim, mais uma questão para pensar à noite com a cabeça no travesseiro.

SPFW começa amanhã

São Paulo Fashion Week (SPFW) começa amanhã já com um desfile muito importante para os leitores do Verdinho Básico. A Osklen abre a semana de moda paulista. E como a marca é sinônimo de trabalhos ecológicos e sociais, vamos até os bastidores ver quais são as novidades que Oskar Metsavaht traz para o próximo verão.

A estilista Simone Nunes também dá continuidade ao trabalho que começou na edição passada de fazer moda sustentável. Para esta estação desenvolveu uma alternativa ao couro. As cores preto, cinza, azul e laranja marcam presença na sua passarela. Dia 19, sexta, às 15h30.

A 27ª edição da São Paulo Fashion Week faz parte do calendário oficial de eventos que comemoram o ano da França no Brasil. Por isso, ontem, dia 15, o presidente da Federação da Moda Francesa Didier Grumbach (na foto) deu o pontapé inicial com uma aula magna e com o lançamento da edição brasileira do livro “História da Moda”. O desfiles começam amanhã e vão até o dia 22 de junho.

dsc08503

Related Posts with Thumbnails