Sseko Designs pela educação em Uganda

Em 2008 Liz Forkin foi para Uganda em trabalho voluntário e descobriu que mulheres recém-formadas do segundo grau, apesar de terem sonhos de cursar universidades e seguir carreiras, paravam de estudar por falta de dinheiro.

seeko

O sistema educacional do país dá um período de nove meses entre a formatura e o ingresso da faculdade para que os estudantes consigam trabalhar e ganhar o suficiente para cobrir os estudos. Mas o problema é que em uma sociedade machista como essa, as mulheres conseguiam somente os trabalhos piores, onde eram mal remuneradas e mal tratadas.

Foi aí que Liz decidiu fazer o seu negócio, para ajudar estas mulheres a darem continuidade a sua vida educacional. Assim nasceu a Sseko, que significa risada na língua local. As jovens são contratadas por salários justos, têm boas condições de trabalhos e são incentivadas para terem carreira própria.

seeko-creative

Ela resolveu desenhar e desenvolver uma sandália de couro com tiras feitas de pedaços de tecidos. O modelo é único e você pode comprar diversas tiras e amarrá-las de maneira diferentes, assim fica com muitas opções. Além das versões para o dia-a-dia, Liz criou as sandálias de casamento, com tiras de cetim ou outros materiais mais chiques.

seeko-starboardmain

seeko-mustardseedmain-01

seeko-newchinaflower

seeko-wedding_sandals_green

Agora Liz e seu marido estão viajando pelos Estados Unidos para divulgar este projeto. Dá uma olhada no vídeo abaixo.

Sseko Road Trip! from liz bohannon on Vimeo.

Havaianas Top Wash

A Havaianas lançou a linha de sandálias Top Wash. Nela,  resíduos do modelo Havaianas Brasil são reaproveitados para gerar novas havaianas com cores inéditas! Vejam as fotos!

hav1blog

hav2blog

hav3blog

hav4blog

*Montagens de fotos por Marina J. Ferreira

Goóc Eco Sandal faz projeto 2014

Falando em sandálias em post de ontem, uma amiga me lembrou da eco sandália feita de pneu reciclado: a Goóc Eco Sandal. Há tempo estou querendo falar desta empresa que faz um trabalho já conhecido internacionalmente.

Na Francal deste ano, o Pelé se tornou o embaixador do Projeto 2014, que visa fazer o Brasil o maior produtor de sandálias recicladas do mundo. Dá uma olhada nos vídeos abaixo. O primeiro mostra um pouco dos produtos da Goóc; e o segundo é o Pelé apoiando o 2014.

Valeu, Thaissa, por lembrar das sandálias de pneus.

Pés “verdes” com Havaianas e Grendene

O verão está chegando e as sandálias que exibem os pés das brasileiras ganham novos modelos.  A marca de chinelo de dedo mais conhecida do mundo, a brasileira Havaianas, investe há 5 anos em parceria com o Instituto de Pesquisas Ecológicas (Ipê), ONG que há 17 anos trabalha pela preservação da Amazônia, Mata Atlântica e Pantanal. Neste mês, lança sua coleção 2010 Ipê com estampas da fauna brasileira, com o beija-flor de fronte violeta (o modelo branco da foto), o bicho-preguiça e o gato-maracajá (modelo preto da foto). E 7% do valor do produto é revertido para projetos ambientais da instituição. A Ipê Filhotes (infantil) custa R$ 13,90 e a Ipê (adulto) R$ 19,90.

Do outro lado está a sua maior concorrente, a Grendene, com a linha de sandálias da brasileira mais famosa do planeta: Gisele Bündchen. Inspirada na flora e fauna marinha, a nova coleção da top ajuda o projeto Tamar, que há 30 anos desenvolve pesquisa e protege 5 espécies de tartarugas da costa brasileira. Parte da renda arrecadada será revertida para os centros do Tamar na Praia do Forte (BA) e em Florianópolis (SC). A sandália de dedo (a amarela-alaranjada da foto) custa R$ 22,90 e a outra (a azul da foto), R$ 27,90.

sandalias1

Além da preocupação ambiental, sabe o que as duas linhas têm em comum? Trazem transparência nas tiras. Será que vai virar moda? Já virou.

Related Posts with Thumbnails