Quer levar o site de Havaianas IPÊ para casa? Dê o seu lance

Para divulgar a linha IPÊ, que reverte 7% do valor das sandálias para o Instituto de Pesquisas Ecológicas, a Havaianas encomendou para a sua agência AlmapBBDO um site e colocou ele à venda em leilão.

Quem der o maior lance fica com todas as pecinhas da mini floresta usadas para fazer o site e 3 pares das sandálias. Todo o valor arrecadado no leilão (100%) vai para o IPÊ continuar implementando seus projetos de preservação da fauna e da flora brasileira.

A caixa e as pecinhas são de madeira reflorestada e os bichinhos representam as espécies brasileiras que o IPÊ ajuda a preservar. Dá uma olhada: www.havaianasipe.com.br

Para saber mais: www.ipe.org.br

ipe

ipe2

Havaianas Top Wash

A Havaianas lançou a linha de sandálias Top Wash. Nela,  resíduos do modelo Havaianas Brasil são reaproveitados para gerar novas havaianas com cores inéditas! Vejam as fotos!

hav1blog

hav2blog

hav3blog

hav4blog

*Montagens de fotos por Marina J. Ferreira

Pés “verdes” com Havaianas e Grendene

O verão está chegando e as sandálias que exibem os pés das brasileiras ganham novos modelos.  A marca de chinelo de dedo mais conhecida do mundo, a brasileira Havaianas, investe há 5 anos em parceria com o Instituto de Pesquisas Ecológicas (Ipê), ONG que há 17 anos trabalha pela preservação da Amazônia, Mata Atlântica e Pantanal. Neste mês, lança sua coleção 2010 Ipê com estampas da fauna brasileira, com o beija-flor de fronte violeta (o modelo branco da foto), o bicho-preguiça e o gato-maracajá (modelo preto da foto). E 7% do valor do produto é revertido para projetos ambientais da instituição. A Ipê Filhotes (infantil) custa R$ 13,90 e a Ipê (adulto) R$ 19,90.

Do outro lado está a sua maior concorrente, a Grendene, com a linha de sandálias da brasileira mais famosa do planeta: Gisele Bündchen. Inspirada na flora e fauna marinha, a nova coleção da top ajuda o projeto Tamar, que há 30 anos desenvolve pesquisa e protege 5 espécies de tartarugas da costa brasileira. Parte da renda arrecadada será revertida para os centros do Tamar na Praia do Forte (BA) e em Florianópolis (SC). A sandália de dedo (a amarela-alaranjada da foto) custa R$ 22,90 e a outra (a azul da foto), R$ 27,90.

sandalias1

Além da preocupação ambiental, sabe o que as duas linhas têm em comum? Trazem transparência nas tiras. Será que vai virar moda? Já virou.

Related Posts with Thumbnails