A garrafa virou caneta

Adoro ideias simples e inteligentes ao mesmo tempo. Este é aquele tipo de produto que faz a gente pensar como alguém não tinha feito isto antes. Nada mais justo do que usar o plástico de garrafas recicladas para fazer canetas. Assim é a B2P – Bottle to Pen (na tradução livre de garrafa para caneta). Fica aqui a dica para as empresas e para os consumidores.

IMG_1889

Annie Leonard na indústria dos cosméticos

Você já assistiu aos vídeos The Story of Stuff (a história das coisas), The Story of Bottled Water (a história da água) e The Story of Cap & Trade (a história do comércio de carbono)?

Eles fazem parte de um projeto encabeçado pela ativista Annie Leonard que em 2007 escreveu, narrou e lançou o documentário animado The Story of Stuff, de 20 minutos, fruto de um trabalho de pesquisa de cerca de 20 anos.

O sucesso foi tanto que ele já foi visto por mais de 10 milhões de pessoas na internet, além de ser exibido em salas de aula pelos quatro cantos do Estados Unidos, incluindo cursos de pós-graduação de economia. Virou referência e ganhou as páginas de importantes jornais, revistas e sites, renomados programas de televisão e no último dia 13 de julho, foi matéria no Los Angeles Times com um título que resume bem este trabalho: “É uma história em quadrinho, mas ela está falando sério.”

O documentário virou um hit, o que possibilitou a realização dos outros vídeos. Amanhã, 21 de julho, Annie revela os bastidores da indústria da beleza e lança o vídeo The Story of Cosmetics (a história dos cosméticos), que também promete levantar muitas polêmicas e discussões que interessam cada vez mais o consumidor. Fala dos ingredientes não seguros presentes em milhares de produtos que passamos no nosso corpo todo dia. E que o governo não impede as empresas de venderem por causa de fortes lobbies e interesses.

Veja abaixo o teaser e amanhã traremos o vídeo na íntegra.

Abaixo, para relembrar, os três filmes mencionados acima já lançados.

E não acaba aí. Com tanto material e tão pouco tempo nos documentários, é mais do que óbvio que Annie iria publicar um livro contando todas suas histórias. The Story of Stuff: How Our Obsession with Stuff Is Trashing the Planet, Our Communities, and Our Health-and a Vision for Change pode ser comprado na Amazon clicando no link.

Green Hot List – os básicos

O ano começou e nada melhor do que colocar as resoluções para 2010 em prática. É por isso que quero dar uma ajuda “verde” para incrementar a sua lista. Trago hoje 5 itens fundamentais na Green Hot List para 2010. Cada dia desta semana, novas dicas para começar um ano consciente.

1. Depois de um fim de ano pós-COP15 com todo mundo falando sobre mudanças climáticas e meio ambiente, não há mais desculpas para não se preocupar com o assunto. Por isso, o ponto de partida é um kit eco-básico para o dia a dia.

Nele não pode faltar: uma eco bag para carregar as compras, uma garrafa reutilizável para colocar água e mug para tomar café no trabalho. Além, claro, de um cesto separado para recolher lixo reciclável.

sigg

2. Ainda no básico, um item presente em todo guarda-roupa é a camiseta. Seja com manga ou regata, invista em um modelo ecológico em algodão orgânico ou feito com fios reciclados. Podem ser encontradas em várias lojas e por diversos preços.

Tem desde na C&A e Marisa até na American Apparel, Osklen e Redley. Tem também a nossa camiseta, da verdinha & básica. A primeira edição esgotou e a segunda chega em março.

v&b

3. Outro curinga é o jeans, seja em saia, short, calça ou jaqueta. Opte pelo jeans orgânico ou feito com algodão reciclado, como uma coleção da Levi’s.

Você sabia que o cultivo de algodão usa 25% do pesticida do mundo e ela representa somente 3% da agricultura mundial? Estes pesticidas são responsáveis pela intoxicação e morte de muitos trabalhadores. Então, abra o olhos!

eco_levis

4. Que tal um chinelo ou sapatilha reciclável feita com plástico reciclado? A Melissa tem alguns modelos lindos e a Goóc faz sandálias de pneus reaproveitados (que para quem não sabe geram muito lixo de difícil descarte).

melissa_vivienne

5. E para terminar a lista fashion de hoje, um must have mega importante é a eco-bíblia “Green is the New Black”. É sério, se você não leu, vale a pena comprar, ler e deixar na cabeceira. Traz dicas de moda, beleza, comportamento, além de importantes informações de consumo consciente. Comprei na Amazon.

greenisthenewblack-book

Peça água na jarra nos restaurantes

Esta é quentinha! Acaba de sair do forno o projeto “Água na Jarra”, que busca a substituição do consumo de água mineral em garrafa nos restaurantes por opções que não causem tanto impacto ambiental.

Em vez do cliente receber na mesa uma garrafa descartável plástica ou de vidro, os restaurantes vão fornecer água mineral em jarras de vidro que serão reutilizadas (assim como fazem com os copos).

A partir de agora o “Água na Jarra” começa a fechar parcerias com os fabricantes e restaurantes que querem aderir à esta ideia que já é uma realidade em países europeus e nos Estados Unidos.

O projeto tem o apoio formal da Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente de São Paulo. “É uma iniciativa por um estilo de vida sustentável”, diz Maria Fernanda Franco, uma das idealizadoras do “Água na Jarra”.

Os restaurateurs e fabricantes de água mineral interessados em aderir ao programa devem entrar em contato pelo e-mail contato@3psconsultoria.com.br .

logo-agua-na-jarra

Corrida de garrafa PET no Tietê

Ficar sem notebook é mesma coisa que ficar pelado, sem alma, sem lenço nem documento. Enfim, seja lá como queira descrever, é péssimo. Fui na terça-feira para São Paulo, numa reunião bate e volta e claro que com a chuva (aquecimento global, mudanças climáticas etc) a Marginal ficou alagada e não consegui deixar a cidade.

Como eu tinha uma foto hoje cedo na Marie Claire, não valia a pena voltar para casa ontem cedo e ter que estar em SP de noite (pois quinta é meu rodízio). Enfim, fiquei longe do meu computador e para ajudar estava atrasada com meu texto da semana para o Green_Carpet (leiam, é sobre o Bono). Por isto, abandonei vocês um pouquinho. Mas já voltei e estou com minhas pautas para o Verdinho e as informações aqui. Então amanhã tem mais.

Ah, uma coisa impressionante que presenciei no caos da chuva de terça-feira foi uma corrida de garrafa PET no Rio Tietê. Sério, nunca vi tanto lixo num rio tão cheio (estava quase transbordando) e tinha até correnteza forte! As garrafas pareciam estar apostando corrida. Agora sério, por que vai parar garrafa plástica no Tietê????? Quem são os porcos responsáveis por isto??? Olha a foto que eu tirei do meu celular.

img_0270

Related Posts with Thumbnails