Fraldas biodegradáveis e fashion

Já ouviram falar da The Honest Company? Na minha busca por fraldas descartáveis biodegradáveis descobri esta empresa que foi fundada no início deste ano (2012) por ninguém menos que a atriz Jessica Alba.

20121114-153830.jpg

Unindo consciência ecológica e design fashion, as fraldas são lindas e deixam as mães sem peso na consciência de estar gerando tanto lixo.

No site da marca é posível pedir uma amostra de graça para experimentar. Meu kit acabou de chegar e nos próximos dias posso falar o que achei das fraldas e dos lenços umedecidos, ambos livres de químicos nocivos, como ftalatos, formaldeídos, parabenos, triclosan, lauril sulfato de sódii e muitos outros. As fraldas levam na sua composição derivados de plantas em vez do plástico que vem do petróleo.

20121114-153931.jpg

E quando se pede uma amostra funciona assim. Depois que recebe a mercadoria, o cliente tem 7 dias para cancelar sua afiliação se não gostar ou não quiser fazer parte do programa da empresa. Caso contrário, um carregamento de fraldas e lenços umedecidos para 30 dias chegará na porta da sua casa por 80 dólares mensais mais o valor frete. E o cliente ainda pode escolher as estampas que mais gosta.

Ah, e a empresa também faz produtos de limpeza e de higiene. Vale a pena conferir no site www.honest.com

Uma boa ideia para empresas brasileiras, não?

Quarto do bebê: além de lindo, seguro

O Nick chegou! Depois de 37 semanas esperando ansiosamente, meu filho nasceu com 48 cm e 3 kg. Mas antes disso teve muita preparação para fazer o enxoval, o quarto e comprar todos os apetrechos que um bebê precisa. É tanta coisa que parece não acabar nunca. Mas é muito gostoso curtir cada uma delas. E, para escolher dentre tantas opções, o melhor é se informar.

Chegou a hora de preparar o quarto? Aqui vão algumas dicas que  adotei e visam sempre garantir a saúde e o bem-estar do bebê.

Móveis de madeira certificada são uma boa opção mas costumam ser caros. Procure saber como eles são feitos para descobrir o quão sustentável eles são. E, mais do que isso, o tipo de tinta ou verniz usado para pintá-los. Procure sempre os a base d’água e atóxicos, e que não emitem compostos orgânicos voláteis (COV). O mesmo serve para as tintas da parede do quarto.

Pense que o bebê vai passar muito tempo lá e que este ambiente deve ser o mais livre de químicos possível. Aliás outro ponto importante é o colchão. Prefira comprar um novo, firme, que tenha algum certificado de segurança – no Brasil, os berços devem obedecer às normas técnicas da ABNT (NBR 15860) e do Inmetro (NBR 15860-1 e 15860-2) – e, de preferência seja livre de componentes que possam emitir gases tóxicos, como retardantes de chama conhecidos por PBDE (éter difenil polibrominado), vinil, espuma de poliuretano e metais pesados.

Na hora da roupa de cama e banho, no mercado brasileiro já existem versões das feitas com algodão orgânico e tingimento natural. Outra opção “eco” é reutilizar o que é herdado de amigas ou da família, desde que estejam em boas condições, claro.

Por último, mas não menos importante, algumas regras estabelecidas pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) devem ser respeitadas. Estas mesmas são adotadas aqui nos Estados Unidos pela associação de pediatria para prevenir o risco da Síndrome de Morte Súbita Infantil.

Dentro do berço do bebê só é permitido o colchão (cuja medida deve ser justa no berço para não ficar nenhuma fresta) com o lençol de baixo, aquele de elástico. Nem protetor lateral se usa mais, para evitar perigo de sufocamento quando o bebê começa a se virar.

Nada de travesseiros, brinquedos, pelúcias, almofadas decorativas ou cobertor. Se tiver que usar este último, invista nas mantas vestíveis com zíper na frente. Ela esquenta o corpo da criança e previne que ela puxe para o rosto evitando maiores complicações respiratórias. A lista de recomendações é ainda maior e pode ser vista no site da SBP www.conversandocomopediatra.com.br.

No mês que vem, trarei mais dicas de tarefas prenatal, além de cuidados e produtos para os recém-nascidos.

(texto escrito por mim e publicado na edição de maio de 2012 da revista valeparaibano)

Xô estrias + pele hidratada, parte II

Continuei meu teste de cremes para deixar a pele hidratada e prevenir estrias. Li em vários livros e sites que as estrias que se formam na gravidez não podem ser prevenidas com cremes (as coceiras que aparecem pelo fato da pele esticar podem) e que isso está diretamente relacionado com a genética (sua mãe teve estrias na gravidez?) e com a quantidade de peso que você ganha em curto espaço de tempo. Mas mesmo assim prefiro continuar investindo nestes cosméticos. Então, desde outubro, quando escrevi a primeira parte sobre este assunto, já testei alguns outros e aqui vão minhas impressões.

Burt’s Bees Mama Bee Belly Balm – é um bálsamo natural feito com óleo de oliva, extrato de semente de abóbora e cera de abelha. É livre de fragrância, parabenos, ftalatos e petroquímicos. Não é testado em animais. Sua consistência é a mais parecida com o bálsamo da L’Occitane que mencionei no post anterior, mas tem um preço muito mais acessível. Uma lata de 85g custa 10 dólares.

Além disso, a Burt’s Bees tem outras opções de cremes para grávidas, como a manteiga para a barriga, o óleo corporal e o creme para aliviar pernas e pés cansados. Eu uso este último e recomendo. Feito com óleo essencial de eucalipto e alecrim, dá aquele efeito geladinho que relaxa, sabe? Os produtos Burt’s Bees são fáceis de serem encontrados nos Estados Unidos, mas infelizmente a marca ainda não chegou no Brasil.

Minhas impressões: fácil de passar e carregar na bolsa, ele deixa a pele super bem hidratada e quase não tem cheiro. Se você quiser passar bastante, ela vai ficar mais melecada, mas logo absorve. No clima mais quente e úmido do Brasil, o ideal é usar pouco e espalhar bem. É um dos meus preferidos, pois sempre que passo sinto que a hidratação da pele se mantém por mais tempo.

Óleo para Prevenção de estrias Weleda – esta fórmula 100% natural é feita com óleos de amêndoa doce, de jojoba e de gérmen de trigo e extrato de arnica. Assim, a pele fica hidratada, com maior elasticidade e mais firme. Dermatologicamente testado, ele é livre de perfumes, corantes, conservantes, aditivos sintéticos e óleos minerais ou seus derivados. Também não é testado em animais. Seu preço é mais salgado que o anterior mas dura bastante – e pode ser encontrado no Brasil. Um pote de 100ml sai por R$ 89.

Além deste óleo para estrias, a Weleda tem muitos produtos bons para a hidratação do corpo e do rosto. No Brasil, eu usava um da linha Iris, mas aqui nos Estados Unidos, por causa do frio cortante, precisei de um hidratante facial mais forte, mais gorduroso. Descobri o Cold Cream da Weleda, que tem um cheiro delicioso e deixa minha pele super macia. Outro produto para quando fico com alguma parte do corpo mais ressecada é o Baby Cream, sobre o qual já falei aqui no blog e que pretendo adotar como creme anti assaduras para o meu bebê. Recomendo ambos.

Minhas impressões: tem um cheiro super gostoso, calmante, e é um bom de passar e massagear a barriga – um ritual mesmo. Apesar de ser um óleo, ele absorve rápido na pele e não deixa a mesma melecada. Sinto que a hidratação é menor que os bálsamos, mas para um lugar com o clima do Brasil deve ser o ideal. Aqui eu uso ele intercalado com o da Burt’s Bees.

Mustela Creme contra estrias dupla ação – esta linha da marca francesa que relojes imitacion panerai eu já havia mencionado no post anterior está entre as mais faladas e recomendadas por amigas minhas e muitos especialistas. Foi somente por isso que resolvi agora, já no meu último trimestre (quando a barriga mais cresce), comprá-lo para experimentar. Livre de parabenos, ftalatos e fenoxietanol, este produto promete combater estrias e minimizar as adquiridas durante a gravidez. A marca recomenda usá-lo desde o início até um mês após o parto. Traz ingredientes naturais, como derivados de soja e abacate, mas não se limita aos mesmos. É testada dermatologicamente.

A linha contém oito tipos diferentes de cremes, um para cada parte do corpo ou determinada função. Eu comprei um kit que vem o creme contra estrias dupla ação, um para as pernas e um para os seios. Sei que no Brasil o preço dos produtos desta marca são bem altos. Eu paguei neste kit 65 dólares. Só o creme que previne e combate estrias está saindo por 39 dólares (140 ml). Mas no Brasil este mesmo produto custa entre R$ 150 e R$ 200.

Minhas impressões: fácil de espalhar e tem uma textura gostosa, menos oleosa, e absorve super rápido. Isso pode ser uma vantagem em climas úmidos e mais quentes, mas no frio parece que não hidrata o suficiente. Minha pele, mesmo passando duas vezes por dia, ficou coçando. Como eu sou muito alérgica (isso não é culpa do creme ou da marca), me deixou com umas bolinhas vermelhas que também coçam. Foi só eu deixar de usar um dia que elas sumiram. Além disso, não gostei muito do cheiro. Ou seja, de todos que eu experimentei é o que menos me agradou. Mas vou continuar tentando usá-lo uma vez por dia e depois coloco meu comentário aqui.

Em tempo, também experimentei um hidratante com 15% de manteiga de karité da L’Occitane. É muito bom e super hidratante. Uso direto nas pernas, nos braços e nas costas. É feito com manteiga de karité certificada de comércio justo (Fair Trade). Aí no Brasil o porte de 250ml sai por R$ 99.

Related Posts with Thumbnails