“No Impact Man” desafia: que tal viver causando o menor impacto possível?

Você já viu o vídeo No Impact Man? O projeto de Colin Beaven começou com a ideia de ficar um ano sem causar impacto ao meio ambiente aumentando seu comprometimento progressivamente durante este período. Ele é escritor e depois de escrever alguns livros resolveu que queria fazer algo para a preservação do planeta sem ser ecochato e cair na mesmice. Foi aí que resolveu entrar em um projeto de um ano de sua vida – levando sua mulher e filha juntas – e relatar esta experiência em blog e livro, que depois virou um documentário, lançado em 2009.

Comecei a ler o livro e estava gostando bastante, mas não terminei. Relaxei quando ganhei o DVD de No Impact Man e assisti. Confesso que fiquei um pouco decepcionada, pois estava esperando desde 2009 com alta expectativa mas o filme ficou sem ritmo e maçante (bem diferente do trailer abaixo). Muitas vezes me peguei bocejando. Uma pena, pois o projeto tem um conceito incrível que tem tudo para ser copiado, seja em partes ou completamente.

Entre os pontos altos estão como a família aprendeu a comer muito melhor ao freqüentar o mercado local e a mulher tratou da sua diabete somente com a mudança de hábitos, a perda de peso dos pais ao andarem de bicicleta e patinete por Nova York e uma maior cumplicidade entre pai, mãe e filha, que trocaram programas na frente da televisão por jardinagem e passeios no parque.

Agora, a maior entre todas as tarefas que a família enfrentou para diminuir seu impacto na Terra aconteceu no sexto mês do projeto: o corte da eletricidade do seu dia a dia. O problema não foi nem a falta de iluminação, mas sim a falta de eletricidade para manter a geladeira funcionando. Sem qualquer tipo de refrigeração para alimentos, tiveram que improvisar e tentar técnicas de outras civilizações. Mas foi em vão.

De todos os sacrifícios e mudanças de hábitos e comportamentos, o que o casal garantiu que não vai conseguir ficar sem é a eletricidade, principalmente por causa da luz, do ar condicionado, ar quente e da geladeira. Até a televisão foi dispensada e não voltará ao endereço de Colin Beaven…desde que ele leve a mulher ao cinema de vez em quando.

Mas o fim desta experiência deu início ao No Impact Project, uma ONG que ajuda causas ambientais e que convida / desafia todo mundo a tentar imprimir menor impacto no meio ambiente. E você, se anima? Veja o vídeo abaixo e saiba como.

Festival verde de cinema e novas mídias

Com o objetivo de incentivar o engajamento da sociedade em causa ambientais o festival ambiental de cinema e novas mídias Green Nation Fest está com as suas inscrições abertas até o dia 30 de outubro para todos aqueles que têm algum trabalho nestas áreas, mais especificamente nas categorias, blog, twitter, foto, álbum de foto e vídeos de diversos tipos. Se este é seu caso, entre nessa e concorra. Os vencedores serão conhecido ainda neste ano em cerimônia realizada no Rio de Janeiro. Clique aqui para saber mais.

O Green Nation conta com apoio de diversas empresas e instituições como a rede Globo, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e a The Natural Conservancy.

Veja abaixo vídeo desta última organização em campanha por um planeta sustentável. O vídeo é inspirador e pode te motivar a participar do Green Nation Fest.

Cozinha Verde by Rita Lobo

O Verdinho Básico ganhou um primo: o Cozinha Verde! Pois é, e não é força de expressão. É que minha prima Rita Lobo, do site Panelinha, lançou um blog que traz receitas que fazem bem para você e para o Planeta e dicas para uma cozinha mais sustentável.

O Cozinha Verde entrou no ar na última sexta-feira mas ontem trouxe seu primeiro post com vídeo. São dicas de utensílios eco-friendly para dar de presente para as mães no próximo domingo.

Assista abaixo ao vídeo e veja lá no blog Cozinha Verde os preços e onde comprar estes mimos.

Blog Green Gloss está no ar!

Se você quer saber tudo o que se passa nos bastidores de beleza sustentável e o que é tendência neste segmento, o Green Gloss tem que estar nos seus favoritos. Mas não pense que se trata de sabonetes “alternativos” e artesanais. Lá a qualidade, a preocupação sócio-ambiental e a sofisticação andam juntas.

A pele é o maior órgão do corpo humano e por isso é fundamental se preocupar com o que passamos nela. Alguns ingredientes químicos e sintéticos fazem mal à saúde, mas muitos desconhecem.

O Green Gloss traz informações e dicas para provar que é possível sim ser bonita, estilosa e sustentável ao mesmo tempo.

gg

Para quem gostou do post que fizemos no Verdinho Básico sobre swap party, o Green Gloss mostra como foi a festa de troca de roupas e sugere uma festa para swap produtos de beleza! Confira.

Eu no Ser Sustentável com Estilo

O blog Ser Sustentável com Estilo da Chiara Gadaleta Klajmic (apresentadora do programa Tamanho Único da GNT) fez uma entrevista comigo que foi para o ar hoje. Clique aqui para ler.

imagem3

ps: Eu estou vendo tantas coisas “eco” aqui em Londres que mal estou tendo tempo de escrever. Mas prometo que aos poucos vou contando tudo!

Related Posts with Thumbnails