Let’s swap!

Meu cunhado e a namorada vieram aqui almoçar na sexta-feira e ela estava me contando uma coisa muito interessante, prática que inclusive li no livro Green is the New Black, do qual trago dicas abaixo.

Sabe aquelas roupas que a gente não aguenta mais e que ainda estão ok, em bom estado? Então, em vez de deixá-las fazendo aniversário durante anos no armário, a minha concunhada combina com as amigas alguns get together e cada uma leva o que não quer mais. Ela jura que sempre tem umas amigas que chegam com malas enormes!!! Ou elas combinam de trocar ou de vender por um preço simbólico.

E o que elas não querem e acaba sobrando pode ser doado ou para entidades que fazem bazar e vendem para arrecadar dinheiro ou ainda pode ser dado para pessoas necessitadas.

Achei a ideia ótima e já vou combinar com minhas amigas. Quem vai sair perdendo é a minha prima que todo final de ano ganha uma saco enorme com a “limpa” que fiz no meu armário. Se bem que com a história de consumir consciente, o saco anda meio vazio. rsrsrs. Aliás, este é um jeito de reciclar roupa e consumir sem culpa, né? Adorei. A dica é levar na brincadeira para você não acabar brigando com uma amiga por causa de uma bolsa ou calça

Em inglês existe até um termo usado para estas trocas de roupa: “swishing“. E existem lojas que são as “swap shops“.

Em Londres já fazem festas onde a “chapeleira” serve para troca de peças. Por exemplo, você leva um casaco que não quer mais e pega o de outra pessoa na hora de ir embora. Também da Inglaterra é o site “What’s mine is yours”. Lá é possível comprar e vender peças e ainda existe uma página para intercâmbio, uma swap shop. O club Favela Chic de Londres faz uma festa onde você vai vestido com uma roupa que você não quer mais e a cada “batida do gongo” você troca uma peça sua com alguém que está por perto. Num episódio do Lipstick Jungle, Nico e Kurby foram numa festa assim.

Nos Estados Unidos isto já virou até um mercado e existem empresas que organizam uma “swap party”. A Swap-O-Rama-Rama é uma delas. Depois da festa eles ainda dão um workshop para você customizar seus novos itens que saem de lá com a etiqueta “100% Reciclado”. Outra empresa americana que assina “swap parties” é a Clothing Swap e eles fazem noites temáticas. How cool is that?

Related Posts with Thumbnails

Comments

  1. silvia barros says:

    Oi Alice,

    já fiz isto aqui na Arezzo – onde tem uma mulherada – deu supercerto!

    Me chama se for acontecer de fato porque tenho muita roupa bacana de castigo no guarda-roupa porque me apiaxonei por outras… 🙂

    beijo!

  2. Acho uma ótima idéia!! pode ser feito tb com livros, brinquedos…
    Em casa tá cheio de livros do meu marido que só de ver me dá depressão!! vou fazer uma limpa, só não sei se depois disso consigo voltar pra casa…

  3. ahhh então tinha acertado!!! essa ideia é ótima mesmo, ja tentei fazer anos atras! quem sabe agora?? bjsssss

  4. laura armando says:

    ótima ideia Alice!
    porque nao inovar o armário, sem precisar comprar roupas e ainda ajudar o meio ambiente, nao é mesmo?

    beijos

Trackbacks

  1. […] amigas mais próximas para fazermos uma Swap Party, a festa de trocar roupas da qual falei aqui em post anterior. Convidei minhas irmãs, sobrinha, primas e algumas amigas. Seis compareceram. Comigo eram sete […]

Speak Your Mind

*